A origem do nitrogênio em Plutão

0

mosaico de imagens de plutão
Plutão, o (ex-)planeta gelado (atualmente um planeta anão), tem como seu principal componente na atmosfera o gás nitrogênio (N2). De acordo com o estudo recente feito pela NASA, por meio da sonda espacial New Horizons, foi visto que centenas de toneladas de nitrogênio da atmosfera de Plutão são perdidos hora após hora para o espaço, tendo isso origem no aquecimento causado pela luz ultravioleta proveniente do Sol.

Dr. Kelsi Singer, pesquisador de pós-doutorado no Southwest Research Institute, e seu mentor Dr. Alan Stern, vice-presidente da associação SwRI assumiram a liderança na pesquisa por meio da New Horizons para se entender a “Origem do nitrogênio de Plutão”, e a grande questão é: de onde vem todo esse nitrogênio? Pois cada vez que o nitrogênio é liberado de Plutão, há uma necessidade que ele seja reabastecido para manter uma atmosfera ao seu redor.

Singer e Stern analisaram inúmeras maneiras diferentes que como o nitrogênio poderia ser suprido. Questionaram se seria possível cometas conduzir nitrogênio suficiente para Plutão. Foram analisadas as crateras feitas pelos cometas que atingem a superfície, e que poderiam liberar o nitrogênio preso no solo – mas isso exigiria uma camada muito profunda de gelo de nitrogênio na superfície, o que não é comprovado. A equipe também estudou se crateras poderiam ser mais fundas, atingindo o “interior” de Plutão.
“Descobrimos que todos estes efeitos, sendo o principal a formação de crateras, não parecem fornecer nitrogênio suficiente para abastecer a atmosfera que está escapando ao longo do tempo”, continuou Singer. “Embora seja possível que a taxa de fuga não era tão alta no passado como agora, pensamos que a atividade geológica está ajudando a trazer o nitrogênio que está no interior de Plutão.”

“Nossa previsão é que é o mais provável que Plutão seja reabastecido ativamente com o nitrogênio do seu interior para sua superfície, possivelmente significando então uma presença de gêiseres ou criovulcanismo em curso”, disse Stern.

Fonte: Astrobiology Magazine

Veja o artigo em
On the Provenance of Pluto’s Nitrogen
Kelsi N. Singer and S. Alan Stern 2015 ApJ 808 L50 doi:10.1088/2041-8205/808/2/L50

Texto escrito por Bruna Lauermann.


________________________________

Se você quiser fazer parte de nossa grande comunidade...

Receba as atualizações da Tabela Periódica


Nenhum comentário

Deixe um comentário