Destruindo um iPhone com gálio líquido

iphone 6 coberto com metal  gálio
Com 500 gramas do elemento metálico gálio foi possível destruir a estrutura externa de alumínio de um iPhone 6!

Para facilitar a interação do gálio com o alumínio o apresentador do canal (no YouTube) TechRax fez uma série de riscos na superfície traseira do aparelho. Ao riscar a capa, uma parte da tinta é danificada e o óxido protetor que naturalmente existe sobre o alumínio também é removido.

O iPhone foi deixado em contato com o gálio líquido durante toda a noite. E a liquefação do metal gálio é fácil, ele funde em temperaturas acima de 29,7°C; e é possível derreter apenas com o calor da mão.

Esse efeito ocorre pela formação de uma amálgama entre o gálio e o alumínio. E o borbulhar visto no final do vídeo aconteceu por causa da adição de água; que reagiu com a amálgama (Al-Ga) formando hidróxido de alumínio, gálio e hidrogênio gasoso (a origem das bolhas).

O vídeo não possui legendas em português. Mas a narração não traz nada muito além do que está no texto acima.

No vídeo, disponível em https://vimeo.com/32525601, é possível ver uma grande barra de alumínio ser ‘atacada’ pela mistura de mercúrio e gálio, que também forma uma amálgama. O vídeo foi acelerado para a melhor visualização do lento processo.

Agora tenho certeza que preciso de 2 iPhone 6 Plus! Um para repetir o experimento e outro para usar como controle.
E porque o Plus?! Para conseguir visualizar melhor o efeito! ;-P

Mais uma brincadeira:
Que tal fazer uma colher de chá com gálio?

Texto escrito por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle.

6 comentários

  1. Rubens jul 7, 2015
  2. admin jul 8, 2015
  3. Felipe ago 10, 2015
  4. admin ago 11, 2015
  5. joao out 10, 2016
  6. admin out 10, 2016

Escreva um comentário