Uma seleção ampla de diversos textos, vídeos e informações relacionadas com a química e a tabela. Se você quer variedade, aqui é o seu lugar!

0
Solução de composto contendo rutênio

O elemento rutênio tem ocorrência e mineração em várias localidades pelo mundo; mas a Rússia é seu lar! Sendo que o nome vem do latim Ruthenia, que significa Rússia.

O canal Thoisoi2 mostra a aparência brilhante e metálica do elemento, além de sua fragilidade e semelhança com os outros metais do grupo da platina.

Justamente pela semelhança com a platina, o rutênio fica pouco oxidado ao ar, e isso só é conseguido ao aquecer uma amostra com um maçarico. E essa propriedade marca sua aplicação em recobrimentos metálicos ou na fabricação de ligas especiais.

Não é possível obter uma reação do rutênio com ácidos e bases comuns. O elemento não reage nem mesmo com a famosa água régia – uma mistura de ácido nítrico com ácido clorídrico! E curiosamente reage com uma solução de hipoclorito de sódio, popularmente conhecida como água sanitária, e um pouco de NaOH.

Maxim Thoisoi também comenta sobre o recente interesse em compostos contendo rutênio em processos fotoquímicos, e em painéis solares ou de LED flexível. E também sobre os isótopos do elemento.

Vídeo com legenda em português.

Legenda e texto escritos por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle ( luisbrudna@gmail.com ). Universidade Federal do Pampa – Química.

1
Detalhe da tabela

Agora a tabela periódica com minerais está com sua versão gigante disponível para impressão!

Siga as instruções abaixo:

– Acesse o link abaixo com o material em formato PDF e PNG:

Versão com fundo preto:

https://drive.google.com/drive/folders/1zvW8X0iI2OWIFefpf-8UGYcVfWQFSD_a?usp=sharing

Versão com fundo branco:

https://drive.google.com/drive/folders/1WU8pCyafBZKbbVyo4T89B9XA7M2OlXHx?usp=sharing (aqui você pode escolher entre versões de tabelas um pouco menores)

– Escolha o tipo de arquivo que deseja utilizar na impressão (tipo PDF ou PNG). Atenção, o formato PDF pode apresentar alguma variação nas cores no momento da impressão! Faça um teste com sua impressora antes de prosseguir.

Verifique cuidadosamente se você terá espaço na parede para colar a tabela completa!

Este material é gratuito e não pode ser utilizado para fins comerciais.

Qualquer dúvida entre em contato com luisbrudna@gmail.com.

Veja uma versão interativa online em

https://www.tabelaperiodica.org/tabela-periodica-com-minerais/

Bônus

Temos também uma versão gigante com a aplicação dos elementos químicos. Em https://www.tabelaperiodica.org/tabela-periodica-gigante-para-imprimir-com-os-usos-dos-elementos-quimicos/.

0
Compostos e reações químicas com o elemento cobalto

O elemento cobalto é famoso por conferir uma belíssima cor azul em vidros e cerâmicas. Tanto que a cor ganha o nome de ‘azul cobalto’ – uma colocação utilizada até na época do Antigo Egito.

O canal Thoisoi2 demonstra as propriedades magnéticas do cobalto fazendo com que o metal fique temporariamente imantado, atraindo outras peças do elemento. Sendo esta propriedade útil na fabricação de lugas magnéticas.

O aquecimento do metal em uma chama de maçarico causa breves mudanças de temperatura pela oxidação passageira do cobalto – gerando um belo efeito visual. Na sequência do vídeo são demonstradas igualmente algumas reações envolvendo ácidos clorídrico e nítrico.

Maxim Thoisoi também comenta sobre o uso de cloreto de cobalto em algumas ´areias sanitárias´ comercializadas para absorver urina e fezes de animais de estimação. Tal cloreto é adicionado para sinalizar o nível de umidade do produto pela mudança de cor do azul para o rosa. O que felizmente tem sido abandonado pela relativa toxicidade do cloreto de cobalto. Em alguns casos a cor azul ainda está presente nas ´areias sanitárias´, mas é apenas um corante azul inofensivo e sem utilidade prática.

O amplo uso de cobaltato de lítio em baterias de carros elétricos e celulares pode ter seu futuro ameaçado pela quantidade limitada de cobalto disponível para mineração.

Vídeo com legenda em português.

Legenda e texto escritos por Prof. Dr. Luís R. Brudna Holzle – luisbrudna@gmail.com – Universidade Federal do Pampa – Química Licenciatura.

0
queima do elemento fósforo em presença de oxigênio

O elemento fósforo é um componente essencial em fertilizantes NPK – o que gera uma certa preocupação pela possibilidade de futura escassez do material.

O vídeo abaixo, do canal Thoisoi2, mostra as diferentes formas alotrópicas do elemento fósforo. Inclusive uma reação do fósforo branco que incendeia quando exposto ao ar, gerando compostos extremamente tóxicos.

A queima do fósforo branco é tão persistente que despertou interesse militar na fabricação de munição incendiária e geradora de fumaça. Sendo o uso banido mundialmente pela Convenção de Genebra – com repetidas denúncias de que diversos países tenham violado tal tratado.

Vídeo com legenda em português [ative a exibição pelo YouTube]

Texto e legenda escritos por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle [ luisbrudna@gmail.com ] – Química ´Licenciatura´- Universidade Federal do Pampa.

0
Marie Curie

Maxim Thoisoi introduz o vídeo sobre o elemento químico rádio contando um pouco sobre a história da excepcional pesquisadora Marie Curie; ressaltando em como ela foi fundamental na pesquisa com o material – e do papel da participação de Pierre Curie nos experimentos que envolviam a piezoeletricidade.

Marie e Pierre trabalharam arduamente na purificação de toneladas de minérios que continham elementos radioativos para realizar experimentos cada vez mais precisos. Infelizmente esta longa exposição à radioatividade causou graves problemas de saúde em Marie Curie, falecendo por causa da leucemia aos 66 anos de idade. Na época ninguém sabia com precisão os perigos da exposição à radioatividade. E mesmo atualmente alguns dos objetos usados por ela apresentam elevados índices de radiação (alfa, beta e gama).

Thoisoi costuma fazer experimentos de demonstrações das propriedades químicas do elemento abordado, o que não foi possível neste vídeo dada a periculosidade do rádio.

Vídeo com legenda em português.

Legenda e texto escritos por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle ( luisbrudna@gmail.com). Universidade Federal do Pampa – Química ‘Licenciatura’.

0
Professor Martyn visita Yuri Tsolakovich Oganessian

É algo muito raro poder falar com um cientista que tem o nome de um elemento químico. A IUPAC, entidade responsável pela escolha dos nomes dos elementos químicos, tem por costume não escolher nomes de cientistas ainda vivos.

O elemento oganessônio é uma notável exceção! O homenageado físico nuclear russo Yuri Tsolakovich Oganessian ainda está vivo.

localização do elemento oganessônio na tabela periódica

A equipe do canal Periodic Videos fez uma visita ao
Yuri Oganessian, que mostra a gigantesca estrutura de equipamentos utilizados pela equipe para sintetizar novos elementos químicos de elevado número atômico. Com o bônus de uma antiga tabela periódica russa que está tão radioativa que não é seguro se aproximar! O curioso é que esta versão tem o elemento rutherfórdio de número atômico 104 com o nome ‘kurchatóvio’ – isso antes da decisão final da IUPAC.

Vídeo com legenda em português (Brasil).

Sugestão de leitura
O cálcio que vale 500 mil dólares

Texto e legenda escritos por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle ( luisbrudna@gmail.com ). Universidade Federal do Pampa (unidade Bagé) – curso de Licenciatura em Química.