Molibdênio – reações químicas e propriedades físicas do elemento

Maxim Bilovitskiy conta um pouco da história da origem do nome do elemento molibdênio e a confusão que existia com o elemento chumbo. Falando em chumbo, o Maxim demonstra as diferenças entre molibdênio e tungstênio disparando com uma arma de fogo em placas feitas com estes metais!

A existência de óxido de molibdênio é demonstrada no vídeo abaixo com aquecimento de um pedaço de amostra do metal e também com uma reação de formação de ‘azul de molibdênio’.

Atualmente boa parte do molibdênio é utilizado na produção de ligas de aço para aumentar a resistência à corrosão. E Maxim também ressalta a curiosa presença do elemento em algumas enzimas existentes no corpo humano.

Vídeo com legenda em português (Brasil).

Texto e legenda escritos por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle luisholzle@unipampa.edu.br. Química (Licenciatura) – Universidade Federal do Pampa.

Veja ainda:

Mineral molibdenita

Escreva um comentário