Quatro elementos em uma localidade

1

localidade de Ytterby e os elementos
Ytterby é uma pequena vila localizada em uma ilha na Suécia que ficou eternizada na história da química.

Esta história iniciou em 1787, quando o tenente Carl Axel Arrhenius [1] encontrou um mineral escuro não identificado. Ele já havia explorado a área como um potencial local para uma fortificação. Seu hobby na química levou-o a perceber a incomum rocha negra, que ele e seu amigo Bengt Geijer examinaram em conjunto com Sven Rinman. O desfecho ocorreu quando o químico finlandês Johan Gadolin analisou completamente o mineral em 1794 e descobriu que 38% de sua composição era de elementos ainda não identificados. O químico sueco Anders Gustaf Ekeberg confirmou a descoberta no ano seguinte e chamou-a de ítria, com o mineral sendo chamado de gadolinita.

Muitos elementos terras-raras foram descobertos no mineral gadolinita, que acabou se revelando a fonte de sete novos elementos; que receberam o nome do mineral e da área. Esses elementos incluem ítrio (Y), érbio (Er), térbio (Tb) e itérbio (Yb) e foram descritos pela primeira vez em 1794, 1842, 1842 e 1878, respectivamente. Em 1989, a sociedade ‘ASM International’ instalou uma placa na antiga entrada da mina, em comemoração ao marco histórico.

Veja uma viagem da equipe do Periodic Videos até a mina.
Vídeo COM legenda em português. Ative a exibição da legenda pelo YouTube.

Tom Scott também comenta sobre a peculiar história do local.
Vídeo com legenda em português.

[1]Lembre que o químico responsável pelos conceitos de acidez é o sueco Svante Arrhenius.

Fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/Ytterby#Chemical_discoveries


1 comentário

  1. Talvez seja apenas coincidência, mas o nome da cidade parece um acrônimo dos símbolos dos elementos

Deixe um comentário