Telúrio – propriedades físicas e reações químicas do elemento

0
fusão do elemento em alta temperatura
Fusão do elemento telúrio.

Alguns minutos em contato com esse elemento e você perceberá que não foi uma boa ideia! O contato com a pele faz com que um pouco do elemento seja absorvido pelo organismo; tendendo então a formar compostos com odor extremamente desagradável. Você pode ficar com um cheiro de alho podre por um longo tempo!

O telúrio é um elemento bastante raro, com abundância semelhante à platina ou ouro. A obtenção do telúrio é feita durante procedimentos industriais de beneficiamento de cobre.

No vídeo abaixo o químico Maxim Bilovitskiy mostra como o telúrio tem um ponto de fusão relativamente baixo (449,5 °C) e facilmente sobre oxidação quando em presença de oxigênio.

A reação do elemento com ácido sulfúrico resulta na formação do composto Te4S3O10, com algumas diferenças se o procedimento for iniciado com telúrio cristalino ou amorfo.

Algo interessante é que a detecção do organismo causador da difteria pode ser feita utilizando um meio especial que contém óxido de telúrio.

Um dos compostos que tem um interesse tecnológico é o telureto de cádmio (CdTe), que atualmente está em foco como um material para ser utilizado na fabricação de painéis solares fotovoltaicos.

Vídeo com legenda em português

Legenda e texto escritos por Prof. Dr. Luís R. Brudna Holzle ( luisbrudna@gmail.com) – Universidade Federal do Pampa (Unipampa) – Bagé – Licenciatura em Química.


Nenhum comentário

Deixe um comentário