Home Grupo 13

9

Ga

Número atômico: 31
Massa atômica: 69,723(1)
Ponto de fusão: 302,15 K (29,76 °C)
Ponto de ebulição: 2477 K (2204 °C)

Mais informações

Este vídeo possui legendas em português. Se não está conseguindo ver as legendas, clique aqui e aprenda como ativar a visualização.

Imagens

(clique para ampliar)
temperatura de fusão

Experimentos

Solidificação do gálio
Ao passar da fase líquida para a sólida ocorre um aumento do volume ocupado pelo elemento. Este aumento é na ordem de 3%, mas é suficiente para romper um frasco de vidro que for preenchido com o material.
Veja no vídeo abaixo o efeito. (o vídeo foi acelerado em 10 vezes para apressar a visualização)

Ataque ao alumínio
De forma semelhante ao que ocorre ao colocar mercúrio sobre o alumínio, também podemos causar a fragilização do alumínio com o uso de gálio.

No vídeo abaixo demonstram inicialmente o que ocorreu com uma lata de alumínio ao ser deixada em contato por algumas horas com o gálio. Você poderá perceber que o alumínio ficou quebradiço, quase que esfarelando ao contato.

O mesmo teste foi repetido com um dissipador de calor que normalmente é utilizado em resfriamento de CPU de computadores. Para isto, inicialmente a camada de óxido do alumínio, naturalmente presente sobre o metal, foi arranhada com uso de uma lima. Então uma gota de aproximadamente 10 gramas de gálio foi colocada no centro da peça que permaneceu levemente aquecida para manter o gálio líquido.

Deixado o gálio em contato com o alumínio de um dia para o outro, foi possível perceber que ocorreu uma fragilização da peça, principalmente nas aletas.

Textos

A colher que some

4

Al

Número atômico: 13
Massa atômica: 26,9815385(7)
Ponto de fusão: 933,473 K (660,323 °C)
Ponto de ebulição: 2792 K (2519 °C)

Mais informações

Este vídeo possui legendas em português. Se não está conseguindo ver as legendas, clique aqui e aprenda como ativar a visualização.

Experimentos

Alumínio ´atacado´ por mercúrio

Normalmente o alumínio, quando exposto ao ar, possui uma camada protetora de óxido em sua superfície. Se o alumínio metálico é exposto, mesmo que por um arranhão em sua superfície, o metal pode se combinar com o mercúrio.
A combinação com o mercúrio destrói a camada de óxido, possibilitando uma extensa formação de óxido de alumínio no metal exposto.
Veja o detalhe deste processo no vídeo abaixo.

O vídeo está acelerado (em time lapse), pois o processo todo pode demorar até 2 horas.

Detalhes sobre o experimento podem ser obtidos neste link (em inglês)
http://www.popsci.com/scitech/article/2004-09/amazing-rusting-aluminum

Imagens

(clique na imagem para ampliar)
espelho-hubble-camada-THUMB miniatura aluminio oxido suspenso

derrame em linguotes

Artigos

Elemento químico ´Alumínio´
Eduardo Motta Alves Peixoto
Química Nova na Escola N° 13, maio/2001

Artigos

Queima do pó de alumínio

4

B

Número atômico: 5
Massa atômica: De 10,806 a 10,821 OBS: A IUPAC alterou em 2011 a massa para o intervalo de valores.
Ponto de fusão: 2348 K (2075 °C)
Ponto de ebulição: 4273 K (4000 °C)

Mais informações

Este vídeo possui legendas em português. Se não está conseguindo ver as legendas, clique aqui e aprenda como ativar a visualização.

Imagens

Clique na imagem para ampliar
chama verde em boro

Artigos

Elemento químico ´Boro´
Eduardo Motta Alves Peixoto
Química Nova na Escola N° 4, novembro/1996

Outras informações

Boro em combustível para foguetes