divertido

Textos, experimentos e fatos divertidos sobre os elementos químicos.

0

música com elementos radiotivos
Pelo website ´Orquestra radioativa´ (http://www.nuclear.kth.se/radioactiveorchestra/), você pode fazer a sua própria música utilizando isótopos radioativos que tiveram seus processos de decaimento gama convertidos em sons.

captura de tela do site

O projeto é resultado de uma colaboração entre o Royal Institute of Technology da Suécia e o grupo Nuclear Safety and Training Institute, com o objetivo de chamar a atenção para a sempre presente radiação de fundo.

Elementos instáveis podem emitir radiação gama durante processos de decaimento radioativo, tendo cada elemento a sua sequência característica. E tudo ao nosso redor emite uma pequena quantidade de radiação, que não é percebida, mas que se fosse convertida em som poderia gerar uma curiosa sinfonia.

O DJ Alex Boman em conjunto com o artista Kristofer Hagbard selecionaram alguns isótopos e parâmetros sonoros e criaram a primeira música com ajuda da orquestra radioativa.

Confira no vídeo abaixo o resultado de uma música feita com os isótopos rubídio-88 e cobalto-60.
(vídeo sem legendas em português)

Vídeo sobre o projeto (sem legendas em português)

Texto escrito por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle ( luisbrudna@gmail.com ).

3

pirita Fes2 - original  da wikipedia
A química também tem a sua participação no dia da mentira, com o clássico ‘ouro de tolo (bobo)’, que na verdade é só tem uma aparência que pode ser confundida com ouro, pois é uma simples
pirita de ferro (dissulfeto de ferro, FeS2) com apenas uma fração do valor do ouro.

Veja no vídeo abaixo como é possível testar a diferença entre o ouro verdadeiro e a pirita, e ainda como o Prof. Peter License foi enganado pelas aparências.

Vídeo com legendas em português. Para ativar clique em play e depois no botão CC.

Texto escrito por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle ( luisbrudna@gmail.com ).

6

título da música
A equipe do Periodic Videos reuniu pequenos trechos dos vídeos sobre os elementos químicos para montar a clássica música de Tom Lehrer, ´The Elements´

No ano de 1959 o humorista americano, Tom Lehrer divulgou uma música que continha o nome de todos os 102 elementos químicos conhecidos naquela época. O ritmo e inspiração veio de outras músicas, como ´Major-General’s Song´ e ´Tschaikowsky (and Other Russians)´.

Legendas em português. Para ativar as legendas clique em play e depois em CC.

A letra original pode ser vista em,
http://www.guntheranderson.com/v/data/elements.htm

Texto escrito por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle ( luisbrudna@gmail.com ).

6

É bom deixar claro que esta tabela não tem nenhuma relação com a civilização maia, e apenas foi utilizada uma estética semelhante a um disco de um antigo calendário maia.

tabela dos elementos representada como um círculo

Os elementos estão organizados em ordem crescente de número atômico, com o hidrogênio no centro, e com cada camada concêntrica contendo elementos que estão no mesmo período da clássica versão da tabela periódica.

Os elementos pertencentes ao mesmo grupo estão representados com cores semelhantes, os considerados radioativos estão sublinhados em vermelho e os elementos sintéticos estão sublinhados em azul.

O objetivo de representar a tabela desta forma é mais pelo apelo estético da criação, já que a tradicional tabela nos fornece uma organização mais familiar e padronizada.

A tabela com estilo maia está disponível para download em vários tamanhos, pelo site
https://www.mayanperiodic.com/

Se gostou da criatividade pode comprar camisetas, canecas e pôster que estão à venda.

O material original está em licença Creative Commons (by-nc) e pode ser copiado livremente, desde que sem uso comerical e se citada a fonte.

Texto escrito por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle ( luisbrudna@gmail.com ).

7

tabela minúscula
O centro de Nanotecnologia da Universidade de Nottingham resolveu presentear o Professor Martyn Poliakoff com a menor tabela periódica do mundo, gravada em um dos fios do seu cabelo.

Martyn é uma das presenças constantes nos vídeos da série ´Periodic Videos´, e o cabelo ´estilo Einstein´ chama atenção daqueles que assistem pela primeira vez. Por isso, nada mais criativo do que usar um dos fios para uma arte com nanotecnologia.

A gravação foi feita com um microscópio de feixe de íons localizados, sobre um fio colocado em uma câmara á vácuo incidiram íons de gálio a uma enorme velocidade. Removendo minúsculos pedaços da superfície do fio, foi então possível gravar todos os símbolos dos elementos da tabela periódica, em uma área de 89,67 mícrons de largura por 46,39 mícrons de altura.

Vídeo com legendas em português. Para ativar as legendas, clique para iniciar o vídeo e depois selecione a legenda pelo botão CC.

Texto escrito por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle ( luisbrudna@gmail.com ).

4

Stéfano Torres usou os coloridos M&Ms para compor uma bela tabela periódica.
tabela periódica com doces

doces coloridos para compor uma tabela
Esta criatividade pode ser imitada e aplicada em sala de aula. E o melhor é que ao final todos podem saborear o resultado.

Você pode usar uma tabela periódica ‘vazia’ (somente a grade) como um guia para orientar o preenchimento e facilitar a organização dos chocolates. Baixe um modelo aqui ( https://www.tabelaperiodica.org/tabela-para-preencher/ )

Quer mais ideias de atividades em sala de aula? Veja neste link https://www.tabelaperiodica.org/colecao-de-tabelas-periodicas-especiais/

Texto escrito por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle ( luisbrudna@gmail.com ).

Uso das imagens gentilmente autorizado por Stéfano Torres.